Que assim seja.

Que assim seja.

sábado, 16 de julho de 2011

Vamos cuidar do mundo em que vivemos.

Sempre estamos escutando as pessoas falarem que o mundo está doente, mas em minha opinião o mundo está do jeito que está por que as pessoas é que estão doentes e não o mundo, claro que não são todos, porque apesar de tudo ainda existem pessoas em sua santa insanidade e que procuram sempre fazer o bem.
Mas quando digo que as pessoas estão doente isso não quer dizer que elas estão com AIDS ou apenas gripadas, a doença a que me refiro são as doenças da alma, do espírito, do coração, da cabeça... Doenças que fazem com que as pessoas sejam desumanas, mesquinhas, que não sabem dividir o que tem com os outros, que não têm humildade, que acham que são melhores que as outras, que pensam que nunca vão precisar dos outros; doenças do coração que fazem as pessoas cometer as piores ações contra o próximo; doenças da cabeça onde a pessoa perde o controle ao ponto de tirar sua própria vida...
Eu nunca vou e nem quero entender como um homem é capaz de violentar sexualmente uma criança, um adolescente, uma mulher, uma idosa... E pior que em alguns desses casos os agressores são pessoas da própria família a quem depositamos uma certa confiança e até admiração... Eu nunca vou e nem quero entender porque um ser humano é capaz de tirar a vida de outro ser... Eu nunca vou e nem quero entender porque algumas pessoas querem para si aquilo que não lhe pertence, chegando ao ponto de arriscar a própria vida e a vida de outras pessoas e a própria liberdade...
Até quando iremos ter medo de andar sozinhos na rua, sem se importar com o horário ou com o local onde estamos? Até quando seremos prisioneiros em nossa própria casa? Quando nos sentiremos realmente seguros em nossa própria casa? Até quando vamos viver desconfiando uns dos outros? Até quando? Até quando...
Penso eu que para o mundo ser melhorado as pessoas têm que fazer um check-up nelas próprias, analisando seus pensamentos, suas atitudes, seu coração, sua mente, cuidando da sua espiritualidade...
Todos nós devemos aprender a viver e conviver com o que é seu de verdade, com as diferenças que cada um carrega em si, com a fé de que as coisas podem ser melhoradas, basta querer e fazer algo, com o amor para dar e receber, cuidando uns dos outros, das crianças, dos animais, do meio ambiente e colocando em prática os 10 mandamentos ensinados por Jesus.
(Debinha Fidelis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário